Testes do Mundial de piscina curta não detectam doping

Portal Terra

LONDRES - Os 174 exames de controle de doping realizados durante o Mundial de Natação em piscina curta, disputado em Manchester, na Inglaterra, entre 9 e 13 de abril, tiveram resultados negativos.

Do total de exames, 114 foram exames convencionais de urina, enquanto os outros 60, também de urina, tentavam detectar EPO (eritropoietina). Os 116 atletas são de 29 nações diferentes.

Os resultados dos exames eram aguardados com expectativa, afinal o Mundial dessa temporada viu uma sucessiva quebra de recordes, com tempos mínimos registrados.

Alguns atletas simplesmente quebraram seus prórpios recordes sucessivamente nos cinco dias de disputa.

Com agências.