Juliana e Larissa estréiam contra chinesas em Xangai

JB Online

RIO - A principal dupla de vôlei de praia da atualidade, Juliana e Larissa, vai estrear na segunda etapa do Circuito Mundial da temporada, em Xangai, na China, nesta quinta-feira, contra a dupla chinesa Zhang W.W e Yue Y. Desde que desembarcaram na maior cidade chinesa, no último domingo, elas contaram que já conseguem sentir o clima olímpico no ar, e garantiram que estão preparadas para buscar o título do torneio.

Em 2005, Juliana e Larissa conquistaram a medalha de ouro em Xangai. No ano seguinte, ficaram com a medalha de bronze e, no ano passado, optaram por não disputar o torneio para intensificar os treinos em Fortaleza. Nesse período, inclusive, elas promoveram a inauguração do seu centro de treinamento particular, o único construído por uma dupla de vôlei de praia do Brasil.

- Eu e Larissa queremos muito conquistar essa medalha de ouro e vamos dar o máximo nessa estréia contra a dupla chinesa, que não conhecemos bem. Esperamos fazer um bom jogo. Desde que chegamos em Xangai, já sentimos a emoção de alguns chineses por serem os responsáveis pelos Jogos Olímpicos e também a expectativa de todos pelo fato da cidade receber alguns jogos de futebol da competição. Vamos ver se absorvemos um pouco dessa energia -disse Juliana.

- Nosso objetivo é chegar à final dessa etapa e brigar pela medalha de ouro. Teremos nosso primeiro desafio contra uma dupla chinesa e estamos preparadas para as dificuldades que poderemos ter pela frente. O clima olímpico já está nas ruas de Xangai e isso nos deu uma motivação ainda maior para esse torneio - afirmou Larissa.

Neste momento, Juliana e Larissa lideram a corrida brasileira no ranking olímpico, já somam 5240 pontos e têm uma grande vantagem sobre as demais duplas do país. Mesmo otimistas e com a vaga praticamente garantida, Juliana e Larissa preferem aguardar o anúncio oficial do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), que só deve acontecer após a data-limite para a classificação, no dia 20 de julho. Antes das Olimpíadas, o Circuito Mundial seguirá com 10 etapas seguidas: China, Coréia, Japão, Espanha, Polônia, Alemanha, França (Paris), Noruega, Rússia e França (Marselha).