Copa do Mundo de Judô já tem recordes de produção e países inscritos

JB Online

BELO HORIZONTE - A II Brazil Judo World Cup, etapa brasileira da copa do mundo, segue batendo recordes. O evento, que acontece em Belo Horizonte (MG) de 3 a 5 de maio, está na reta final de preparativos. Em 2007 foram 200 pessoas envolvidas na produção da Copa do Mundo e desta vez serão 380. O torneio já superou também o número de países inscritos: no ano passado foram 15 nações e desta vez já estão confirmadas 21.

-Estamos com um comitê organizador trabalhando em tempo integral há 30 dias para a Copa do Mundo. Todos os setores já estão capacitados e contaremos com um staff de primeira linha. Com a demanda do evento, buscamos melhorar alguns pontos e produzir uma copa do mundo de alto nível - diz Maurício Santos, diretor executivo da Copa do Mundo de Belo Horizonte.

Estão confirmados na Copa do Mundo, além do Brasil, os seguintes países: Cuba, França, Portugal, Alemanha, Antilhas Holandesas, Argentina, Aruba, Bahamas, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Guatemala, México, Paraguai, Peru, Porto Rico, Uruguai, Espanha e Áustria.

Na véspera do início da copa, dia 2, acontecerá um Evento Teste no ginásio do Chevrolet Hall, onde será a competição.

-O objetivo é dar um treinamento final no local da competição com toda a estrutura pronta. Vamos testar situações do evento e também uma iluminação especial que será usada nas finais - explica Maurício.

Para o campeão mundial Luciano Correa, a Copa do Mundo é um torneio imperdível para a torcida brasileira.

-Esperamos por todos em Belo Horizonte. Foi nesse evento, em 2007, que começou a caminhada vitoriosa dos Jogos Pan-Americanos e do Campeonato Mundial. Com certeza o Brasil fará uma grande participação e conquistará muitas medalhas - afirma.