Capello aconselha jogadores ingleses a disputarem amistosos

REUTERS

LONDRES - Os jogadores ingleses que não participarem dos amistosos realizados no final da temporada européia podem prejudicar suas carreiras na seleção inglesa, afirmou o técnico da Inglaterra, Fabio Capello.

A Inglaterra enfrenta os EUA no dia 28 de maio, no estádio de Wembley, e depois viaja ao Caribe para jogar contra Trinidad e Tobago no dia 1o de junho. As duas partidas amistosas ocorrem antes de a seleção inglesa iniciar sua participação, em setembro, nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010.

- Se um jogador não adora jogar pela Inglaterra, então talvez devesse ficar em casa - afirmou o técnico, segundo jornais britânicos.

- Os atletas têm de amar a camisa da Inglaterra e é isso o que conta - acrescentou.

- Se alguém não deseja jogar pela Inglaterra, isso significa que essa pessoa não ama a camisa o suficiente. Significa que ela preferiria sair de férias.

Capello, que assumiu o comando do time em dezembro e ainda precisa escolher o capitão da seleção, disse que o atacante Wayne Rooney, de 22 anos, possui as qualidades para ocupar essa vaga no futuro, mas ressaltou que o jogador precisaria melhorar sua média de gols.

- Wayne Rooney é muito jovem. Eu, no entanto, acredito que no futuro ele poderia ser o capitão da Inglaterra - afirmou o italiano.

- Ele é um líder. E dá um bom exemplo dentro de campo - disse.

Rooney enfrentou uma seca de gols em partidas internacionais depois da Euro 2004, marcando em partida oficial apenas na partida de classificação para a Euro 2008 contra a Estônia, em outubro de 2007.