Thiago Monteiro e Mariany Nonaka também vão ao tênis de mesa em Pequim

Agência EFE

SANTO DOMINGO - O cearense Thiago Monteiro e a paulista Mariany Nonaka se juntaram a Gustavo Tsuboi e carimbaram nesta terça-feira o passaporte às disputas do tênis de mesa nos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto.

Ambos faturaram a vaga no segundo dia de competições do Campeonato Latino-americano, disputado em Santo Domingo, capital da República Dominicana, e que vale como Pré-olímpico.

Monteiro, 85º do Ranking Mundial, se classificou ao superar o argentino Pablo Tabachnik, que o tirou da disputa do primeiro dia e acabou eliminado por Tsuboi na decisão.

Hoje ele conseguiu sua vingança e venceu por 4 a 1, com parciais de 9-11, 11-6, 11-5, 11-2 e 12-10.

Já Nonaka, que ocupa a posição de número 349, passou pela chilena Bertha Rodriguez por 4 a 3, revertendo um 3 a 2 desfavorável. As parciais foram de 11-5, 11-8, 6-11, 8-11, 10-12, 11-7 e 13-11.

Além dos brasileiros, os classificados aos Jogos pela América Latina são: Lin Ju (República Dominicana), classificado pelo Pan-Americano 2007, Liu Song (Argentina) e Dexter St. Louis (Trinidad e Tobago), pelos homens, e Xue Wu (República Dominicana) e Fabíola Ramos (Venezuela), entre as mulheres.

Para o Brasil classificar sua equipe para os Jogos de 2008, os mesatenistas brasileiros, primeiramente, precisam ficar entre os cinco primeiros do ranking masculino individual e as meninas precisam ficar entre as seis do ranking feminino individual do Pré-olímpico.

Após terminar a classificação individual, começa o processo de classificação das equipes.

Assim, a seleção com a maior somatória de pontos no Pré-olímpico (não precisa ser a campeã), que possui três jogadores classificados pela categoria individual, será o classificado para os Jogos.