Nelsinho: "a F-1 é mais dura do que eu imaginava"

Portal Terra

RIO - Após disputar duas corridas na Fórmula 1, o brasileiro Nelsinho Piquet, da Renault, admitiu em entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal espanhol Sport, que não esperava tanta dificuldade na categoria.

Na sua prova de estréia, no GP da Austrália, Nelsinho abandonou quando brigava pelas últimas colocações. Já no GP da Malásia, o brasileiro terminou na modesta 11ª colocação.

- Sem dúvida, a Fórmula 1 é mais dura do que imaginava. Sobretudo pelo ritmo de fim de semana. Tudo vau muito rápido, quase não dá para perceber, mas não pode falhar - afirmou.

- Vou de uma lado para o outro a toda velocidade. E deve ser perfeito sempre: na sexta-feira, sábado, domingo. Há muitas coisas a fazer. É como o snowboard: vai descendo, descendo, descendo com toda a pressa - completou.

Nelsinho ainda elogiou seu companheiro de equipe, o espanhol Fernando Alonso, bicampeão da categoria.

- Está se portando muito bem comigo. Nos circuitos me diz como enfrentar algumas curvas ou me avisa dos problemas da pista. Está sendo um grande companheiro - disse.

Para finalizar, o brasileiro disse que é fã do meio-campista Kaká, do Milan, apesar de não gostar de futebol.

- É meu amigo e parece um jogador incrível. Estive há pouco tempo vendo uma partida em Londres contra o Arsenal, mas sou um brasileiro raro porque não gosto de futebol - explicou.