Presidente da Ferrari desmente saída de Felipe Massa

Agência EFE

TURIM - Luca Cordero di Montezemolo, presidente da Ferrari, confirmou hoje que o brasileiro Felipe Massa não sairá da equipe, desmentindo rumores apontados pela imprensa.

Massa, que quebrou nas duas primeiras corridas do Mundial de Fórmula 1 deste ano, poderia dar lugar a Fernando Alonso, atualmente na Renault. A idéia ganhou força entre os jornais da Europa pela saída do francês Jean Todt, desafeto do espanhol e que ocupava o cargo de diretor-geral da escuderia italiana.

- Massa nunca esteve em discussão. Temos a melhor dupla de pilotos do mundo na Ferrari. Espero uma grande corrida dele no Barein após a ótima atuação que teve na Malásia - comentou Cordero di Montezemolo, em Turim.

Apesar da quebra no circuito de Sepang, o brasileiro conseguiu a pole na Malásia. O presidente de Ferrari, além disso, se mostrou 'contente' da reação que teve sua escuderia no Grande Prêmio da Malásia (triunfo de Kimi Raikkonen), após ver como se tinham retirado seus dois veículos durante a primeira prova do mundial.

- Estou convencido de que temos uma equipe excepcional e um carro competitivo. Estou muito otimista, pois sei que também contamos com um bom programa de desenvolvimento do carro - destacou Cordero di Montezemolo.