COI examina Pequim pela última vez antes dos Jogos Olímpicos

Agência EFE

PEQUIM - A Comissão de Coordenação do Comitê Olímpico Internacional (COI) para os Jogos Olímpicos de Pequim 2008 vai analisar durante os próximos 12 dias na capital chinesa, e pela última vez antes do inicio da competição, os avanços e as necessidades da organização do evento.

Liderados pelo presidente da comissão, o holandês Hein Verbruggen, os membros do COI e o grupo de analistas se reunirão entre amanhã e quinta-feira com os representantes do comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Pequim (Bocog).

Além de visitar pela décima vez a Vila Olímpica e as sedes das competições - todas já prontas com exceção do Estádio Olímpico, que deve ter suas obras encerradas em abril - os dois comitês discutirão temas da atualidade relacionados aos jogos.

Entre os assuntos em pauta estarão a decisão de alguns atletas de não participar dos Jogos e o pedido de algumas organizações internacionais de boicote pela forma como o Governo chinês está conduzindo os conflitos no Tibete.

Serão discutidas também as medidas a serem adotadas pela China com o objetivo de garantir níveis de poluição aceitáveis durante os jogos, uma vez que atletas já mostraram sua insatisfação sobre assunto.

O COI aproveitará esta última visita a Pequim antes dos Jogos Olímpicos para realizar uma reunião na capital chinesa entre 10 e 12 de abril.

Antes, entre os dias 5 e 9, Pequim receberá também a Assembléia Geral da Associação de Comitês Olímpicos Nacionais (Anoc), quando os representantes dos comitês terão a oportunidade de obter toda a informação relativa à preparação dos jogos Olímpicos diretamente das mãos do Bocog.