Argentina e Chile divergem sobre Rally Dakar 2009

Portal Terra

CÓRDOBA - Assim que a quarta etapa do Mundial de rali, disputada no último final de semana em Córdoba, terminou, o assunto da vez na cidade argentina passou a ser o Rally Dakar, que será realizado na América do Sul em 2009.

Argentina e Chile estão na rota dos organizadores. Mas isso já vem causando alguns problemas entre os países.

Os dois brigam por um número maior de etapas durante o evento e pelo direito de sediar a largada da competição.

- As questões políticas estão em segundo plano. Trabalhamos para fazer um bom traçado e para organizar de maneira exemplar o rali - disse o francês Etienne Levigne, diretor geral do Dakar. Ele esteve em Córdoba e ficou satisfeito com o que viu.

- Viemos com dois objetivos principais. Primeiro, observar e levar uma impressão mais detalhada do comportamento do público. Depois, para entrarmos em contato com David Eli (coordenador do rali argentino) - completou.

Por fim, Levigne destacou que a mudança de cenário do rali para a América do Sul foi bem recebida pelos europeus.

- Se der tudo certo por aqui, existe a chance de ficarmos, já que não há mais a possibilidade de voltar para a África - disse o diretor.

Na etapa de Córdoba do Mundial, Sebastin Loeb não deu chance aos adversários e conquistou o título pela quarta vez consecutiva.

De quebra, o francês tetracampeão do mundo assumiu a liderança da temporada com 30 pontos, cinco a mais que o finlandês Mikko Hirvonen.