Partida entre Parma e Juventus é adiada após morte de torcedor

REUTERS

MILÃO - A partida deste domingo entre Juventus e Parma foi adiada depois que um torcedor do Parma foi atingido acidentalmente por um ônibus e morto na seqüência de um atrito com torcedores rivais.

- A Juventus e o Parma, com a aprovação das autoridades relevantes, decidiram em conjunto adiar a partida como gesto de respeito pelo acidente envolvendo o torcedor do Parma que viajava ao estádio em Turim - afirmou uma declaração conjunta.

- Dada esta trágica fatalidade, os dois clubes decidiram que não seria correto mandar os times para o campo.

Todas as outras partidas acontecem neste domingo com um minuto de silêncio pelo torcedor antes do início.

A polícia disse que torcedores do Parma e da Juve trocavam insultos em um posto de combustível no qual aconteceu o acidente.

- Ouviam-se as frases insultantes de sempre - disse o porta-voz da polícia rodoviária Alessandria Ovest à Reuters.

- Para evitar problemas, o chefe de torcida da Juve foi embora, mas obviamente o motorista não estava ciente de que havia um torcedor à sua frente e o atingiu com a parte frontal do veículo.

Em novembro, o torcedor da Lazio Gabriele Sandri foi morto a tiros por um policial durante confrontos com torcedores da Juventus em um posto de combustível perto de Arezzo.

A morte de Sandri, a segunda em um ano ligada à violência no futebol na Itália, levou a tumultos e à suspensão dos jogos da liga por uma semana.

A Juventus teve que adiar um jogo da série B contra o Cesena em 2006 depois que dois jogadores se afogaram acidentalmente em um lago no centro de treinamento do time.

A Juve é a terceira colocada no Campeonato Italiano, sete pontos atrás do Roma. Agora a equipe terá um jogo nas mãos faltando oito partidas na temporada. O Parma ameaça afundar na tabela.

Ainda será decidido quando a nova partida será realizada.