Washington terá primeiro estádio 'verde' dos EUA

REUTERS

WASHINGTON - O estádio que o time de beisebol Nationals, de Washington, inaugura no domingo será a primeira arena profissional a ser certificada como um edifício sustentável pelo Conselho de Edifícios Verdes dos EUA.

O Conselho concedeu na sexta-feira o certificado Leed (Liderança em Energia e Design Ambiental, na sigla em inglês) ao estádio do Nats, reconhecendo seu projeto de preservação de energia e respeito ao meio ambiente.

O estádio tem, por exemplo, refletores mais econômicos, sistema de reciclagem de água, plantas resistentes à seca e um telhado com plantas.

Além disso, ele foi erguido sobre um terreno antes contaminado, e tem um sistema para impedir que a água das chuvas, drenadas desse solo, polua o vizinho rio Anacostia.

- Uma das coisas que realmente me chamam a atenção em estádios é que eles tocam diretamente milhões de pessoas ao longo da sua existência', disse Brendan Owens, do Conselho de Edifícios Verdes, para quem o projeto ambientalmente correto dos Nats vai incentivar os visitantes a preservarem a natureza.

O estádio usará refrigeração a ar, em vez de a água, o que deve poupar 22,7 milhões de litros de água por ano.

A capital norte-americana investiu 611 milhões na construção do estádio, vendendo 535 milhões de dólares em títulos em 2006. A Comissão de Esportes e Entretenimento do Distrito de Columbia disse que só a construção do estádio custou 311 milhões.