Sócio do Liverpool diz que parceria no clube é impraticável

REUTERS

LONDRES - George Gillett disse nesta sexta-feira que rompeu relações com o co-proprietário do Liverpool Tom Hicks.

- A parceria (com Hicks) tem sido impraticável já há algum tempo - disse Gillett a uma rádio de Toronto.

Ele acrescentou que vender sua parcela no clube cinco vezes campeões europeu para Hicks está fora de questão.

- Nós fomos muito justos - disse Gillett. 'Nós demos ao nosso parceiro um longo período de tempo para realizar arranjos para comprar nossa parte.'

- Nós não o pressionamos, mas ele acabou não chegando à linha de chegada.'

- Neste tempo, por causa das coisas que ele disse, a reação dos torcedores tão negativa em relação a ele, e em relação a nós se vendêssemos para ele, que agora essa alternativa é insustentável para nós.'

Os norte-americanos Gillett e Hicks estiveram envolvidos rumores de uma venda do Liverpool para o Dubai Internacional Capital (DIC).

Neste mês, Hicks disse que cancelou as conversas com o DIC devido a discordância sobre quem comandaria o time da primeira divisão do Campeonato Inglês.

Hicks tem desejado se manter no controle enquanto que o DIC quer estar presente no dia-a-dia do clube.