COB assume Velódromo do Rio nos próximos 20 anos

JB Online

RIO - Depois de assumir, na semana passada, a gestão do Parque Aquático Maria Lenk, nesta quarta-feira, o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) assumiu também a gestão do Velódromo do Rio, o mais moderno da América Latina e o único homologado pela União Ciclística Internacional no continente.

A solenidade da assinatura do termo de cessão da Prefeitura do Rio ao COB aconteceu no Planetário Municipal, durante uma reunião do prefeito Cesar Maia e seu secretariado. O Velódromo estava sob a responsabilidade da Prefeitura do Rio de Janeiro e foi construído para os Jogos Pan-americanos Rio 2007, realizados em julho passado. No local foram disputadas as provas de ciclismo indoor.

A cessão do Velódromo ao COB será por 20 anos e a instalação integra o Parque Olímpico do Rio de Janeiro, principal pólo de competições de acordo com o projeto de candidatura da cidade para os Jogos Olímpicos de 2016.

Assim como o Parque Aquático Maria Lenk, o Velódromo é uma das instalações que estão prontas dentro do projeto Rio 2016.

- Este é mais um legado dos Jogos Pan-americanos e será valiosíssimo para a candidatura Rio 2016. Ao assumir a gestão do Velódromo e do Parque Aquático Maria Lenk, o Comitê Olímpico Brasileiro ratifica o projeto da candidatura Rio 2016 e o compromisso com o desenvolvimento do Movimento Olímpico no Brasil e nas Américas - afirmou Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB e do Comitê de Candidatura Rio 2016.

Da mesma forma que o Parque Aquático, o COB contratará uma empresa para elaborar o modelo de gestão ideal para o Velódromo. Entre as atividades que o COB desenvolverá no local estão cursos, seminários, congressos e workshops na área esportiva; treinamentos para atletas, técnicos, árbitros e demais categorias envolvidas na preparação e no desenvolvimento de atletas, escolinha de ciclismo indoor; competições locais, regionais, nacionais e internacionais, academia de ginástica; atividades de cunho social ligadas ao esporte; eventos esportivos e não-esportivos.

O projeto do COB prevê que o Velódromo seja também disponibilizado para o treinamento de atletas internacionais, dentro de programas de intercâmbio mantidos pela entidade. Comitês Olímpicos e atletas das Américas já manifestaram interesse em poder competir e participar de intercâmbios esportivos no Velódromo, que é um dos grandes legados deixados pelos Jogos Pan-americanos Rio 2007.