Kaká não apontam lesão grave e craque deve ficar no banco neste sábado

Portal Terra

MILÃO - Os primeiros exames aprofundados realizados no meio-campista Kaká não apontaram nenhuma gravidade no quadro de saúde do brasileiro, que assustou a comissão técnica do Milan ao sentir fortes dores nas costas. Com isso, o camisa 22 deve começar o jogo deste sábado, contra o Torino, no banco de reservas, segundo informações da Agência Ansa.

O ex-são-paulino deixou o gramado do Estádio San Siro aos 9min do primeiro tempo da partida da última quarta-feira, contra a Sampdoria, após desabar depois de disputar a bola com o volante Maggio.

As dores na região lombar, que já o haviam tirado da partida contra a Roma, no último sábado, somaram-se a uma dor no músculo flexor da coxa direita, mas os médicos garantem que ele estará recuperado em breve.

Desta forma, a ausência de Kaká na equipe titular contra o Torino é dada como certa, mas o brasileiro deve retornar ao time no duelo com o Atalanta, marcado para o final do mês de março.

Se a direção do time de Milão se sente mais aliviado após o resultado dos exames, o mesmo não pode se dizer sobre o desempenho da equipe nas últimas partidas, que conheceu duas derrotas.

O time, que foi eliminado das oitavas-de-final da Copa dos Campeões ao ser derrotado pelo Arsenal, ainda não alcançou o grupo dos quatro primeiros colocados do Campeonato Italiano, clubes que disputarão a próxima edição da competição continental.

O resultado diante da Sampdoria só não foi pior para os rubro-negros porque a Fiorentina, quarta colocada e adversária direta do Milan, também perdeu diante do Napoli, mantendo a distância de quatro pontos entre os dois clubes.

Com a possível ausência de Kaká, o treinador Carlo Ancelotti já está procurando alternativas para o próximo compromisso. Uma delas é a jovem dupla formada por Alexandre Pato e Paloschi, ambos de 18 anos, barrando o experiente italiano Gilardino.