Substância usada por Romário é mantida entre proibidas

Portal Terra

BRASÍLIA - O Ministério do Esporte divulgou, nesta terça-feira, uma resolução que mantém a finasterida entre as substâncias proibidas dentro das práticas esportivas realizadas no Brasil. A notícia é ruim para Romário, que contava com uma mudança na lista.

O atacante do Vasco foi suspenso por 120 dias justamente porque o exame antidoping realizado após a partida contra o Palmeiras, no dia 28 de outubro, apontou a presença da finasterida em sua urina. A substância é encontrada em tônicos capilares.

A defesa de Romário, que ainda luta para diminuir a pena, baseava sua argumentação no fato de que a finasterida passaria a ser permitida a partir de 2008. Por ter o poder de mascarar o uso de esteróides, ela continuou proibida.