Presidente do Duque de Caxias diz que objetivo é ficar na 1ª divisão

Nilo Junior, JB Online

RIO - O Campeonato Carioca de 2008 está cheio de novidades. Entre elas, está um time recém-fundado, com apenas três anos de vida. Alguns podem achar que o Duque de Caxias chegou de forma prematura à primeira divisão, mas a expectativa para a estréia no Estadual é grande. Para reforçar o time, o presidente do clube, Luiz Carlos Áreas, contratou o tetracampeão com a Seleção Brasileira, Viola.

Apesar de o dirigente negar que não foi uma jogada de marketing, desde que chegou à Baixada Fluminense os holofotes estão atrás do sempre bem-humorado e falastrão atacante. Realista, Áreas diz que o objetivo do clube é ficar na elite carioca. Confira a entrevista exclusiva ao JB Online.

JB Online O que esperara do Duque de Caxias nessa estréia na primeira divisão Carioca?

Luiz Carlos Áreas - A expectativa é boa, estamos fazendo uma excelente pré-temporada em Vassouras. No próximo domingo temos um amistoso contra o a seleção local e acho que o time titular começará a ser definido para a estréia contra o América. O nosso objetivo principal é permanecer na primeira divisão. Mas aspiramos também a possibilidade de conseguir uma vaga na Série C do Brasileirão.

JB Online A contratação do Viola foi uma jogada de marketing para trazer retorno publicitário e mídia para o Caxias?

Luiz Carlos Áreas - Não. O Viola veio para somar e ajudar os mais jovens. Ele é experiente e será muito importante para ajudar o time a se portar como uma equipe de primeira divisão. Além disso, vínhamos acompanhando as últimas atuações do Viola, que estava jogando bem. Apesar de estar com 39 anos, ele está muito bem, voando em campo.

JB Online Como você viu essa imposição aos times pequenos, que terão que atuar sempre na casa dos quatro grandes? Onde o Caxias vai jogar contras os pequenos?

Luiz Carlos Áreas Tecnicamente, essa decisão favorece aos times grandes, mas em contrapartida houve uma compensação financeira, que acabou amenizando isso. Os jogos em que tivermos o mando de campo será no Estádio Romário de Souza Farias, em Xerém, popularmente chamado como Marrentão . As vistorias já foram feitas, o local está aprovado e apto para receber cinco mil torcedores.