Ferrari garante igualdade entre Raikkonen e Massa

Portal Terra

RIO - O novo chefe da equipe Ferrari, Stefano Domenicali, afirmou nesta quarta-feira, em Madonna di Campiglio, norte da Itália, que o status de primeiro e segundo piloto da equipe será decidido nas pistas, e não antes do início da temporada de 2008 da Fórmula 1. A informação é da agência Ansa.

- O que conta são as regras de desempenho, que são iguais às do ano passado. A prioridade é o bem da equipe. Kimi Raikkonen e Felipe Massa partem iguais - disse Domenicali, que segue os passos de Jean Todt em sua estratégia para 2008, deixando claro que o status de primeiro e segundo piloto será estabelecido na pista.

Domenicali ainda ressaltou que será "uma temporada difícil", mas que a Ferrari tem todas as possibilidades de chegar ao mesmo resultado do ano passado, quando levou o Mundial de Construtores e o Mundial de Pilotos, com Raikkonen.

- Estamos trabalhando com humildade e respeitamos também nossos adversários. Nosso carro é competitivo, assim como nossos pilotos - acrescentou.

Questionado se esqueceu ou perdoou o caso de espionagem da escuderia McLaren ocorrido na última temporada, o novo chefe da Ferrari acabou dizendo que "para o bem do esporte, precisa olhar para frente, o passado é o passado".

- São feridas difíceis de curar. Aconteceu algo que fez mal ao esporte. E fez bem ao esporte a decisão tomada pela FIA - completou Domenicali demonstrando, portanto, que não é questão de perdoar ou esquecer, mas sim de seguir em frente.

- Meu papel é o de olhar para o presente e em frente. Mas não esqueço o que ocorreu. Sempre mantivemos a lealdade. É nosso valor mais alto. Mas para o bem da Fórmula 1 devemos trabalhar com todos. Não sei ainda a quem irei me dirigir na McLaren. Mas precisamos olhar em frente. Vejamos também como eles irão se relacionar conosco - finalizou.