Ex-campeão de boxe é multado por agressão

Agência EFE

MOSCOU - O russo Nikolai Valuev, ex-campeão mundial dos pesos pesados pela Associação Mundial de Boxe (AMB), foi condenado a pagar uma multa de 30.000 rublos (R$ 2.154) por agredir um vigilante de um pavilhão de São Petersburgo em 2006.

Além da multa, o pugilista terá de pagar 100.000 rublos (R$ 7.400) ao vigilante, de nome Yuri Sergueyev, 61 anos.

O juiz do tribunal que julgou a causa considerou uma circunstância atenuante que Valuev se oferecesse voluntariamente para custear as despesas médicas do vigilante.

Os advogados de acusação pediam um ano e meio de prisão para o boxeador e uma multa de um milhão de rublos (R$ 74 mil) por perdas e danos. As duas partes já disseram que recorrerão da decisão nos próximos dias.

O incidente ocorreu em janeiro de 2006, quando a mulher de Valuev teria estacionado seu automóvel em lugar proibido, nas imediações de um pavilhão esportivo.

Sergueyev teria lhe chamado a atenção, pedindo que estacionasse o veículo em outro lugar. Imediatamente a mulher chamou Valuev, que apareceu e agrediu o vigilante, que teve que ser internado com comoção cerebral e traumas no crânio e no peito.

Nos ringues, Valuev enfrentará em breve o bielo-russo Serguei Liakovich e, se vencer, obterá o direito a tentar retomar o título de Ruslan Chagaev, do Uzbequistão, que o venceu no ano passado.

Valuev, 34 anos, foi campeão dos pesados pela primeira vez em 2005, derrotando o americano de origem porto-riquenha John Ruiz por pontos.