Amistoso entre Costa Rica e Suécia marca despedida de Paulo César

Agência EFE

SAN JOSE - O atacante Paulo César Wanchope, um dos grandes nomes do futebol da Costa Rica, fará sua despedida oficial dos gramados num amistoso entre a seleção do país e a Suécia no próximo domingo, em San José.

Além de marcar a aposentadoria do jogador, que fez o anúncio em novembro de 2007, a partida será uma revanche para os suecos, derrotados pelos costa-riquenhos por 2 a 1 na Copa de 1990, na Itália. As duas seleções estavam no grupo do Brasil naquela edição.

Coincidentemente, o autor do gol da vitória naquela partida foi Hernán Medford, hoje treinador da seleção da Costa Rica - que disputava seu primeiro Mundial na ocasião.

Wanchope disse à imprensa que se sente emocionado pela oportunidade de vestir mais uma vez a camiseta da seleção, pela qual marcou 45 gols em 72 partidas - na Copa de 2006, fez dois gols na derrota de 4 a 2 para a anfitriã Alemanha no jogo de estréia

O jogador iniciou sua carreira no Herediano de seu país, e de lá foi para o Derby County, da Inglaterra. Ele atuou ainda no West Ham United e no Manchester City antes de uma passagem frustrada no Málaga, da Espanha.

Em 2005, ele se transferiu ao Al Gharrafa, do Catar. No ano seguinte, defendeu o Rosario Central, da Argentina, e de lá foi para o FC Tóquio, do Japão, pelo qual tinha acertado até 2008.

Porém, ele teve problemas para se adaptar ao esquema do clube e acabou rescindindo o compromisso. Um mês depois, Wanchope se apresentou no Chicago Fire, dos Estados Unidos, e se despediu dos gramados com a camisa do clube.