Bolívia recebe com otimismo anúncio da Fifa sobre altitude

Agência EFE

LA PAZ - A decisão de a Fifa de elaborar novos estudos sobre os efeitos das grandes altitudes sobre os jogadores de futebol foi interpretada hoje pelo Governo da Bolívia como um passo para a eliminação definitiva do veto aos estádios situados a mais de 3 mil metros acima do nível do mar.

O vice-ministro de Esportes, o ex-jogador Milton Melgar, disse em entrevista coletiva que os estudos vão abordar todos os casos necessários, com diferentes condições geográficas e climáticas.

- Isso nos permite pensar que o veto não vai existir. Caso contrário, também teriam que ser vetados outros lugares onde é difícil jogar, como os que registram altas temperaturas -, opinou Melgar.

A decisão foi tomada num Congresso da comissão médica da Fifa, na semana passada, em Zurique.

A Fifa vetou em maio os jogos internacionais em estádios em grandes altitudes, entre eles o Hernando Siles, de La Paz, 3.577 metros acima do nível do mar. Mas depois permitiu que a Bolívia jogue as atuais Eliminatórias da Copa no local.