Saiba como funcionará a votação para a sede

Allen Chahad e Vagner Magalhães, Portal Terra

ZURIQUE - Depois de acompanhar a última apresentação da candidatura brasileira para a Copa do Mundo de 2014, nesta terça-feira, na sede da Fifa em Zurique, o Comitê Executivo da entidade ficará reunido a portas fechadas entre 10h30 e 11h30 (de Brasília). Neste tempo, o grupo vai analisar o relatório entregue pelo Grupo de Inspeção, que esteve no País para analisar diversos pontos. Em seguida, será feita a votação.

Como o Brasil é candidato único, o presidente Joseph Blatter simplesmente perguntará quem aprova a realização do Mundial de 2014 no País. Os que forem a favor simplesmente estenderão o braço. Será feita a contagem e, se a maior estiver de acordo, a decisão estará tomada. Como a Fifa sequer cogita a possibilidade de a maioria não concordar, sequer explicou como seria então o procedimento.

Dos 23 membros do Comitê Executivo, apenas o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, não terá direito a voto - por ser o comandante da candidatura. Além disso, três representantes não puderam comparecer: o paraguaio Nicolás Leóz, o catariano Mohamed Bin Hammam e o trinitino Jack Warner.

Leóz passa por problemas de saúde e não pode ser submetido a grandes deslocamentos. Já Bin Hammam teve uma morte em sua família, enquanto Warner está envolvido nas eleições de Trinidad e Tobago.

Assim, apenas 19 membros do Comitê Executivo votarão. Se obtiver dez votos a favor, o Brasil já será o organizador da Copa do Mundo de 2014. Se representantes tiverem imprevisto de última hora e não comparecerem, fazendo com que haja número par de votos, o presidente Blatter terá o voto de minerva em caso de empate.

Confira a formação do Comitê Executivo da Fifa:

Presidente

Joseph Blatter (Suíça)

Vice-presidente Sênior

Julio Grondona (Argentina)

Vice-presidentes

Issa Hayatou (Camarões)

Mong Joon Chung (Coréia do Sul)

Jack Warner (Trinidad e Tobago)

Angel Maria Villar Llona (Espanha)

Michel Platini (França)

Reynald Temarii (Taiti)

Geoff Thompson (Inglaterra)

Membros

Michel D?Hooghe (Bélgica)

Ricardo Teixeira (Brasil)

Mohamed Bin Hammam (Catar)

Senes Erzik (Turquia)

Chuck Blazer (EUA)

Worawi Makudi (Tailândia)

Nicolás Leóz (Paraguai)

Viacheslav Koloskov (Rússia)

Junji Ogurta (Japão)

Slim Chiboub (Tunísia)

Amos Adamu (Nigéria)

Marios Lefkaritis (Chipre)

Jacques Anouma (Costa do Marfim)

Franz Beckenbauer (Alemanha)

Rafael Salguero (Guatemala)