Blatter: Copa só não acontece no Brasil se futebol acabar no país

Portal Terra

ZURIQUE - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, afirmou nesta segunda-feira que a Copa do Mundo de 2014 só não será realizada no Brasil se os atletas deixarem de jogar e o futebol acabar no país.

O Comitê da Fifa irá anunciar nesta terça-feira se o Brasil, candidato único, será o organizador da competição após 64 anos.

O presidente da entidade afirmou que não teme uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) criada para investigar os negócios do Corinthians e o parceiro MSI.

- Amanhã vamos ouvir a candidatura de 2014, depois vamos discutir e votar. Os casos de investigações não têm nada a ver com isso, podem ser resolvidos depois paralelamente. O único problema seria se o futebol não fosse mais jogado no Brasil. Você consegue imaginar isso? -disse Blatter.

No entanto, a informação não é novidade. Em entrevista ao Portal Terra, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, declarou que a CPI sobre a parceria não tem a menor influência no Mundial no país.

O problema da CPI, segundo Teixeira, é que usem a comissão como subterfúgio para investigar a conduções dos negócios da Fifa no processo de organização da Copa de 2014.