'É meu primeiro erro em todo o ano', diz Hamilton

Portal Terra

XANGAI - Após abandonar o Grande Prêmio da China de Fórmula 1, neste domingo, em Xangai, e deixar mais uma vez em aberto a disputa pelo título que já parecia assegurado, o inglês Lewis Hamilton assumiu a culpa. O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, vencedor da prova, e o espanhol Fernando Alonso, da McLaren, segundo colocado, voltaram a brigar com força pelo Mundial. O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, sem chances de ser campeão, foi o terceiro no pódio.

- É meu primeiro erro em todo o ano - disse o líder do Mundial de Pilotos, que teve problemas nos pneus de seu carro e escapou da pista quando tentava ir para os boxes.

- Fazer isso no caminho para o pit stop é algo que não acostumado a fazer - defendeu o piloto britânico, que precisou abandonar prematuramente a prova.

A vantagem de Hamilton na classificação geral, que era de 12 pontos até a etapa chinesa, caiu para apenas quatro em relação ao seu companheiro de equipe, o espanhol Alonso.

- Não se pode atravessar toda a vida sem cometer erros. Os pneus estavam acabados, era como dirigir no gelo -contou o piloto, que descartou qualquer responsabilidade da escuderia inglesa no caso. - Foi a decisão certa e apenas demos azar.

Agora, apenas sete pontos separam Raikkonen do piloto do líder do Mundial.

- Ainda resta uma corrida - ponderou Hamilton, que pode confirmar seu primeiro lugar na classificação geral na última etapa da temporada, no dia 21 deste mês de outubro, no GP do Brasil.