Revoltado, Alonso desiste de brigar pelo título

Portal Terra

PEQUIM - O espanhol Fernando Alonso, da McLaren, ficou revoltado com a absolvição de seu companheiro de equipe, o inglês Lewis Hamilton, e anunciou sua desistência na briga pelo título do Mundial de Pilotos da Fórmula 1. Alonso será o quarto no Grande Prêmio da China, neste domingo, enquanto Hamilton largará na pole.

- Não estou mais pensando no título. Já foi decidido fora das pistas - declarou Alonso em entrevista à Sky TV, da Itália.

- É melhor não perder tempo e tentar se divertir um pouco no carro - disse mais tarde.

Líder do campeonato, Hamilton escapou de uma punição da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) após reunião realizada na sexta-feira. O inglês estava sob suspeita de ter causado o acidente entre o australiano Mark Webber, da Red Bull, e o alemão Sebastian Vettel, da Toro Rosso, no GP do Japão.

- Estou um pouco pessimista após o resultado de hoje e tudo que aconteceu neste final de semana. Acredito realmente que o destino não quis que este fosse meu ano de sorte - disse Alonso.

- Quarto lugar é o pior que eu poderia ter conseguido para me manter na disputa amanhã - finalizou.