Robinho será capitão do Brasil em amistoso com Argélia

REUTERS

RIO - O atacante Robinho será o capitão da seleção brasileira pela primeira vez, no amistoso desta quarta-feira contra a Argélia, em Montpellier, na França, informou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Convocado pelo técnico Dunga para todos os jogos da equipe desde que o treinador assumiu o cargo, após a Copa do Mundo da Alemanha, o jogador do Real Madrid foi informado pelo treinador que seria o capitão nesta manhã.

- É mais uma prova da confiança que o treinador tem em mim. Fico feliz, mas vou me comportar naturalmente, já que mesmo sem a braçadeira sempre fui de falar muito com os companheiros em campo - disse o jogador ao site da CBF.

Robinho, de 23 anos, terá a segunda experiência da carreira como capitão, após ter vestido a braçadeira do Real Madrid pela primeira vez este ano, com o novo técnico Bernd Schuster.

- Mas na seleção é a primeira vez. Na verdade nunca tinha pensado nessa possibilidade antes, acho que é uma boa responsabilidade - acrescentou o jogador.

Dunga, capitão da seleção na conquista da Copa do Mundo de 1994, disse ainda que o talento de Robinho e sua capacidade de decidir uma partida, além do bom entrosamento com o grupo, foram fatores importantes para sua escolha.

- O Robinho tem o talento típico do jogador brasileiro e sabe usar o drible e a sua criatividade com objetividade - disse o técnico.

O zagueiro Lucio foi o capitão escolhido por Dunga desde o início de seu trabalho na seleção, mas o zagueiro do Bayern de Munique está contundido e não disputará o amistoso.

Dunga anunciou na terça-feira que deixará os meias Kaká e Ronaldinho Gaúcho no banco de reservas na partida contra a Argélia para manter a equipe que conquistou a Copa América no mês passado, quando os dois pediram dispensa.