Dunga pretere Kaká e Ronaldinho em amistoso contra Argélia

REUTERS

RIO - O técnico Dunga deixará Kaká e Ronaldinho Gaúcho no banco de reservas na partida da seleção brasileira contra a Argélia, na quarta-feira, para manter a equipe que conquistou a Copa América no mês passado.

- Eles foram lá, jogaram bem, renderam e vão continuar. Não seria justo tirá-los agora - disse Dunga em entrevista coletiva em Montpellier, na França, local do amistoso.

Dunga sinalizou que deixaria a dupla fora do time titular ao escalá-la entre os reservas nesta terça-feira, no único treino da equipe antes da partida.

O treinador deu preferência ao time que venceu a Argentina na final da Copa América da Venezuela, em julho, quando os meias de Milan e Barcelona pediram dispensa alegando necessidade de férias após temporadas desgastantes na Europa.

Os titulares escolhidos pelo treinador para o coletivo de 35 minutos, segundo o site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), foram Doni, Maicon, Alex Silva, Naldo e Kléber; Josué, Mineiro, Elano e Júlio Baptista; Robinho e Vágner Love.

Kaká e Ronaldinho treinaram ao lado de Julio Cesar, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda, Fernando, Lucas, Diego e Rafael Sobis, além de um jogador francês que completou o time.

O treino desta terça-feira no Stade de la Mosson, em Montpellier, foi a única atividade da equipe antes do amistoso com os argelinos.

Os jogadores assistiram antes de partir para o estádio a um vídeo com lances do amistoso em que a Argélia foi derrotada pela Argentina por 4 x 3, no dia 5 de junho, em Barcelona.