Federer comemora preparação perfeita para o Aberto dos EUA

REUTERS

CINCINNATI - Roger Federer descreveu sua vitória no Masters Series de Cincinnati, no domingo, como a preparação perfeita para buscar o quarto título consecutivo do Aberto dos Estados Unidos.

O número um do mundo derrotou o norte-americano James Blake por 6-1 e 6-4 na final para conquistar seu 14o título de Masters Series e o de número 50 da carreira.

Nos últimos três anos, a preparação de Federer para o Grand Slam norte-americano fora marcada por derrotas ou desistências nos dois torneios do Masters na América do Norte.

Dessa vez, ele foi finalista em Montreal, perdendo no tiebreak do terceiro set para o sérvio Novak Djokovic antes da conquista em Cincinnati.

- Esse foi o meu melhor verão aqui - disse Federer.

- Antes, eu ganhava um torneio e depois perdia na primeira ou segunda rodada, ou então não jogava em Cincinnati. Então essa é a minha melhor sequência - disse.

- Joguei bem na semana passada inteira. Talvez tenha jogado bem demais nos primeiros jogos e não consegui repetir na final. Mas acho que foi uma coisa boa, isso me fez querer ganhar aqui esta semana, também. Jogar 10 partidas sei lá em quantos dias é uma grande coisa para mim.

Apesar de ter alcançado a marca de 50 títulos apenas uma semana após ter completado 26 anos, Federer disse que não pensa no recorde de 109 títulos obtido pelo norte-americano Jimmy Connors, que jogou quase até os 40 anos.

- Isso ainda está muito longe - afirmou ele.

- Não é algo que eu esteja pensando. Estou apenas em busca de um temporada consistente com muitos títulos, o máximo possível, me focando nos Grand Slams e Masters Series.

O Aberto dos Estados Unidos começa em 17 de agosto.