Brasil se prepara para vistoria da Fifa para Copa-2014

REUTERS

RIO - À espera da inspeção da Fifa, na semana que vem, representantes de 18 cidades brasileiras interessadas em receber jogos da Copa do Mundo de 2014 se reuniram nesta sexta-feira com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira.

Os inspetores da Fifa vão visitar os Estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal, entre 23 de agosto e 2 de setembro.

- Isso não representa que (essas cidades) saíram na frente. Eles vão conhecer os estádio, a segurança, o sistema hospitalar e toda a infra-estrutura que pode ser construída - disse Teixeira a jornalistas.

O caderno de encargos do Brasil entregue à Fifa prevê a construção de novos estádios e a modernização de outros com recursos da privados.

- A iniciativa privada vai cuidar da sua parte enquanto infra-estrutura e segurança ficam a cargo do governo... O projeto prevê a construção de estádios e cada cidade candidata vai ter de mostrar tecnicamente o porquê da construção - explicou o dirigente brasileiro.

O Brasil é candidato único a receber o Mundial de 2014, que, de acordo com o sistema de rodízio elaborado pela Fifa, acontecerá na América do Sul.

Para receber o evento, o país precisa cumprir o caderno de encargos da entidade que controla o futebol mundial. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, já disse que, caso não cumpra as exigências financeiras e logísticas, o Brasil corre risco de não sediar a Copa.

A Fifa apontará o país anfitrião em 30 de outubro.

A sete anos da competição, Teixeira adiantou que São Paulo e Rio de Janeiro devem receber as partidas de abertura e a final.

Os governadores de Rio e São Paulo querem que as partidas sejam realizadas no Maracanã e no Morumbi, mas os estádios ainda não estão garantidos na Copa.

- Eles precisam se adaptar e se modernizar - afirmou Teixeira.

Os estádios do Maracanã e do Morumbi têm problemas de acesso e de estacionamento e ainda necessitam de obras de modernização na infra-estrutura.