Empresário nega saída de Alonso da McLaren

Portal Terra

LONDRES - O empresário do piloto Fernando Alonso, Luis Garcia Abad, negou nesta quarta-feira que o espanhol tenha sido liberado pelo chefe da McLaren, Ron Dennis, no fim da temporada de 2007.

O contrato do bicampeão mundial vale até o final de 2009, mas as especulações de sua saída da escuderia ficaram mais fortes após as discussões com o companheiro de equipe, o inglês Lewis Hamilton, no último domingo, no GP da Hungria.

- Disseram que ele podia ir embora porque estão chateados com ele, aliás não só com ele, mas com Lewis também. Conversei com Dennis e ele me disse que o que publicaram não é verdade. Sua intenção é que o contrato de Alonso seja cumprido até o fim - disse o empresário.

Sobre uma possível transferência para outra equipe, Abad declarou que não há muitas opções válidas caso o espanhol queria continuar vencendo e disputando o título.

- Para nós, isso não seria um problema de dinheiro. Se fosse, já teríamos saído daqui. Estamos aqui para ganhar as corridas e o tricampeonato. Esse é o nosso objetivo e para isso só temos duas escolhas: McLaren ou Ferrari - concluiu.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais