Dunga diz que jogadores não sabem sobre lista

Portal Terra

RIO - Após o empate no amistoso contra a Turquia, em Dortmund, o técnico Dunga não deu nenhuma pista dos jogadores que estarão na lista de convocados para a Copa América, que será anunciada nesta quarta-feira, às 7h30 (horário de Brasília).

De acordo com o treinador, nem mesmo os jogadores que participaram dos dois últimos amistosos preparatórios sabem se estarão no grupo que disputará a competição na Venezuela.

-A lista só sai amanhã de manhã, não sai? - brincou Dunga.

O treinador, que disse estar tranqüilo com os nomes que escolheu para participar de sua primeira competição pela Seleção, fica feliz com a confiança do presidente da CBF, Ricardo Teixeira, em seu trabalho.

O dirigente disse que Dunga está seguro no cargo, mesmo com o desempenho dos último jogos tendo sido piores do que os obtidos no ano passado.

- Eu acho que, sem dúvida, me dá uma tranqüilidade na certeza do trabalho que estou fazendo e no que eu me propus, que é uma renovação da Seleção de forma gradual. Se ganhar e jogar bem, o atleta fica. Tem jogador novo, novos talentos e ele (Ricardo Teixeira) disse para garimpar no mundo todo. Não tem renovação sem que o jogador atue pela primeira vez.

Nos últimos cinco jogos no comando da Seleção, Dunga acumulou duas vitórias, dois empates, e uma derrota. De acordo com o treinador, os resultados contra a Inglaterra e contra a Turquia não podem refletir o trabalho que será feito na Copa América.

Dunga diz que, enquanto as seleções européias vivem um momento decisivo de classificação para a Eurocopa do ano que vem, os países que disputam a Copa América buscam, assim como o Brasil, entrosar o time para a disputa do torneio na Venezuela e das Eliminatórias para a Copa de 2010.

Além destes pontos, o treinador destaca que a pressão da torcida nos dois amistosos e a rivalidade contra ingleses e turcos também foram fatores importantes.

- É totalmente diferente, não pode nem pensar em se comparar. Jogamos contra a Inglaterra na inauguração de Wembley. Ainda tem a situação de 2002, da rivalidade que foi criada pela eliminação nas quartas-de-final da Copa. Aí você vem jogar contra a Turquia, de quem tem sempre ganhado. Jogar justamente onde eles tem muita torcida. Na Copa América, será diferente.