Tumulto em estádio mata 12 na Zâmbia

REUTERS

LUSAKA - Um tumulto na saída de um estádio matou 12 torcedores e feriu mais de 40 no norte da Zâmbia no sábado, ao final de uma partida na qual a seleção local bateu o Congo Brazzaville, informou a polícia neste domingo.

Antonnell Mutentwa, chefe da polícia de Copperbelt, disse à Reuters que 46 torcedores feridos foram internados em um hospital em Chililabombwe, uma cidade mineradora na fronteira com a República Democrática do Congo, a 450 quilômetros da capital Lusaka.

Mutentwa disse que os torcedores pisotearam uns aos outros enquanto corriam para deixar o estádio depois da vitória de 3 x 0 da Zâmbia em uma partida válida pela eliminatória da Copa da África.

A causa do tumulto não está clara, mas uma testemunha disse que parte da platéia, maior do que a capacidade do estádio, esmagou e pisoteou outros torcedores ao correr para tomar os ônibus gratuitos depois da partida.

O Ministro dos Esportes, Gabriel Namulambe, disse que todos exceto um dos feridos foram liberados do hospital.

Uma equipe de investigadores deve entregar um relatório sobre o incidente até a próxima sexta-feira.

- Uma equipe foi montada para investigar o assunto a fundo, porque existem relatos conflitantes sobre o que exatamente aconteceu - declarou Namulambe.

Ele disse ainda que o governo vai auxiliar as famílias das vítimas com os preparativos dos funerais, incluindo transporte e caixões.

Uma testemunha da cidade vizinha de Kitwe relatou por telefone que o tumulto ocorreu quando os torcedores começaram a correr para os ônibus, que haviam sido fornecidos para transportar torcedores de outras localidades.

Os torcedores se espremeram no estádio Konkola, com capacidade para 40 mil pessoas, alguns de pé ou sentados na cerca de separação e outros na beira do gramado, disse a testemunha.

Embora a Zâmbia seja uma nação de amantes do futebol, o país só possui dois estádios grandes para sediar jogos internacionais, obrigando os torcedores a utilizar todos os espaços disponíveis nos estádios para assistir às partidas.

Em 1997, dez torcedores morreram em uma tragédia parecida no Estádio Independence em Lusaka, depois que a Zâmbia derrotou o Sudão por 3 x 0 em uma classificatória para a Copa do Mundo.

O desastre foi causado por um torcedor que disse aos outros haver uma bomba prestes a explodir no local.