Rossi vence GP da Itália e Alex Barros chega em terceiro

REUTERS

MUGELLO - Valentino Rossi manteve seu domínio neste domingo ao vencer em casa o GP de Mugello, sua sexta vitória consecutiva na prova italiana.

O heptacampeão mundial não largou bem com sua Yamaha, mas assumiu a liderança na nona volta e aos poucos abriu distância de seus adversários, cruzando a linha de chegada com mais de 3 segundos de vantagem. O espanhol Dani Pedrosa ficou em segundo e o brasileiro Alex Barros chegou em terceiro com sua Ducati, e é o nono da classificação geral.

Rossi igualou o feito do australiano Mick Doohan, que venceu o GP da Itália em seis anos consecutivos entre 1993 e 1998 na antiga categoria 500cc.

O australiano Casey Stoner, líder do campeonato, só conseguiu a quarta colocação com sua Ducati, mas se mantém no topo com 115 pontos, nove acima do segundo colocado Rossi. Pedrosa permanece em terceiro, com 82 pontos.

Stoner, que venceu três dos cinco GPs da temporada, largou na pole e abriu vantagem logo na primeira curva, enquanto Rossi caía da terceira para a oitava posição do grid.

O italiano lutou para acompanhar o ritmo de Stoner nos treinos classificatórios do sábado debaixo de chuva, mas com a pista seca no domingo ele aos poucos ganhou posições e se aproximou de Stoner e seu companheiro de equipe Loris Capirossi, que ditavam o ritmo no início da corrida.

Pedrosa também deu tudo de si. O piloto de 21 anos chegou a ultrapassar Stoner e assumir a liderança na sexta volta.

Rossi se colocou atrás do espanhol pouco depois e a dupla logo se distanciou dos outros competidores.

Faltando quatro voltas para o final, os líderes abriram uma vantagem de quatro segundos sobre Stoner, mas Pedrosa não conseguiu suportar a investida de Rossi e Barros assumiu a terceira colocação de Stoner graças a uma freada errada do australiano na penúltima volta.