Inglaterra e Brasil empatam em 1 a 1

Agência JB

RIO - Não foi uma partida à altura das tradições de Wembley, mas se faltou técnica, sobrou vontade de ambas as partes. Assim, o empate em 1 a 1 entre Inglaterra e Brasil, nesta sexta-feira, acabou sendo o resultado mais justo. Os ingleses abriram o placar aos 22 do segundo tempo, com John Terry e o Brasil empatou já nos acréscimos, com Diego. A Seleção Brasileira, mais uma vez, não conseguiu mostrar um futebol empolgante e criativo e ficou muito limitado às jogadas individuais de Ronaldinho Gaúcho e Kaká. Como os craques não estavam em um dia muito inspirado, o Brasil foi presa fácil para a forte marcação inglesa.

A seleção volta a campo na próxima terça-feira, dia 5, quando enfrentará a Turquia, na Alemanha.

Apesar de jogar na casa adversária, o Brasil tomou a iniciativa e passou os primeiros 15 minutos pressionando e com mais posse de bola, porém sem criar nenhuma chance real de gol. A melhor oportunidade foi uma jogada individual de Kaká, que deu um drible seco no inglês, na entrada da área, mas chutou mal.

Aos poucos, a Inglaterra foi ganhando espaço e equilibrou a partida. Aos 29, Beckham bateu falta com perigo e a bola passou perto da trave DIREITA de Hélton.

Aos 33 a Seleção Brasileira deu o troco, com Ronaldinho fazendo uma jogada 'à Ronaldinho'. O craque partiu com a bola dominada, tocou entre as pernas de um adversário tocou para Vágner Love, que ficaria na cara do gol se não fosse puxado pela camisa. Na cobrança de falta, Ronaldinho mandou a bola à esquerda do goleiro Robinson.

A segunda etapa começou em ritmo mais lento, porém com o Brasil, mais uma vez com mais volume de jogo. Aos quatro, em uma boa triangulação Ronaldinho acertou um belo chute, mas o goleiro inglês defendeu.

O Brasil seguiu arriscando de longe, e três minutos depois foi a vez de Kaká. A bola passou perto. Aos 11, os ingleses deram um susto na torcida brasileira. Beckham cobrou falta e Owen cabeceou por cima do gol.

A seleção inglesa seguiu insistindo nas jogadas de bola alta e acabou premiada aos 22. Beckham cobrou mais uma falta da direita e John Terry subiu mais que a zaga e marcou de cabeça.

Aos 28, após uma lambança do zagueirão inglês, Afonso quase empatou. Pouco depois, aos 35, foi a vez de Alex, cabecear com perigo e quase empatar.

No último minuto de jogo, o Brasil conseguiu empatar. Após cruzamento na área, Diego cabeceou e empatou