Deco: 'Não vejo razões para mudar de equipe'

Agência EFE

ROMA - O meia brasileiro naturalizado português Deco, do Barcelona, respondeu hoje aos boatos que dão conta de sua possível transferência para a Inter de Milão, e afirmou que, embora não veja motivos para mudar de equipe, 'nunca se sabe o que pode acontecer no futebol'.

- Não vejo razões para mudar, embora no futebol as coisas sejam decididas pelos resultados. Por isso, nunca se sabe o que pode acontecer no futuro - disse.

Deco, que foi apontado pelo português Luis Figo como seu herdeiro natural na Inter de Milão, não revela se recebeu ou não uma oferta do clube milanês.

- Tenho um representante para isso e, mesmo que tivesse ocorrido, não revelaria nunca - garantiu.

- A temporada atual é importante e complicada, pois podemos ganhar o Campeonato Espanhol. Não é o momento para falar sobre essas coisas - afirmou.

O meia, que completará 30 anos em agosto, confessa que os jogadores do Barcelona brincam ao ler que o Milan tem reservados ¬ 100 milhões para contratar Ronaldinho Gaúcho.

- Se Ronaldinho Gaúcho for embora, não será por dinheiro. Ele pode ganhar aqui o mesmo que ganharia no Milan. Este tipo de jogador só muda de clube se não está bem, se não está feliz, ou se procura outro tipo de desafio. Dinheiro não é problema. Eu espero que continue aqui, pois é um grande amigo e um ponto de referência para o clube. Neste momento, acho que deseja continuar aqui, e o Barcelona deseja mantê-lo. Mas na vida nunca se sabe o que pode acontecer, e muito menos no futebol - afirmou.