Real Madrid divulga nota lamentando insultos e ameaças aos árbitros

Agência EFE

MADRI - O Real Madrid divulgou nesta terça feira um comunicado oficial considerando 'intoleráveis' os insultos e ameaças aos árbitros, motivados pela péssima atuação de Javier Turienzo na derrota de 2 a 1 para o Racing.

- Uma das características tradicionais do comportamento social do Real Madrid e de seus dirigentes sempre foi o respeito à profissão da arbitragem e às suas decisões, atitude que a atual diretoria, com seu presidente à frente, se esforçou em manter e inclusive ressaltar, evitando qualquer declaração que pudesse contradizer esta postura - disse a nota.

O texto reconhece que o fato afetou intensamente o elenco e a torcida, mas entende que é justamente nesta hora que o clube deve manter seus princípios e critérios.

- Manter o respeito aos árbitros e acatar suas decisões, mesmo discordando com elas, é o que diferencia um clube como o nosso, que pretende dar testemunho permanente de elegância e defesa das virtudes esportivas, acima de qualquer outra consideração - diz o texto.

- Por isso, consideramos intolerável que as críticas a uma determinada atuação arbitral, que podem ser perfeitamente legitimas, se transformem em insultos e ameaças que afetam não só a pessoa do árbitro em questão, mas, o que é ainda mais grave, sua família - prossegue o texto.

Segundo o clube, 'estas atitudes são absolutamente impugnáveis e, portanto, nunca serão compartilhadas pelo Real Madrid, que acredita profundamente nos valores do esporte e considera que o futebol é, antes de mais nada, um jogo que deve unir as pessoas, e não separá-las'.