Chávez diz que Venezuela será surpresa na Copa América

REUTERS

CARACAS - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, alertou nesta segunda-feira vários colegas sul-americanos que tem uma "surpresa" na Copa América de futebol que se realizará em seu país, após ter assegurado que a seleção local enfrentará a Argentina na final.

Chávez fez a advertência em um evento com seus colegas Luiz Inácio Lula da Silva, Evo Morales (Bolívia) e Nicanor Duarte (Paraguai), após o início da construção de um complexo petroquímico em Barcelona, na Venezuela.

- Lula, estou lhe advertindo; Nicanor, cuidado com a Copa América; Evo, vamos inaugurar Bolívia e Venezuela. Não acreditem que a Venezuela é 'A Cinderela' de sempre. Eu tenho uma surpresa Lula, se cuida - disse Chávez em tom de piada.

O campeonato, no qual disputarão as seleções dos países-membros da Confederação Sul-Americana de Futebol, com os Estados Unidos e o México convidados, será realizado entre 26 de junho e 15 de julho na Venezuela, que pela primeira vez sediará o evento esportivo.

Na primeira fase do torneio, a Venezuela enfrentará Bolívia, Peru e Uruguai pelo Grupo A. A seleção venezuelana nunca conseguiu sair da primeira fase da competição desde que estreou no torneio em 1963.

O Brasil, atual campeão, integrará o Grupo B junto ao México, Equador e Chile, denominado o "Grupo da Morte", e estreará contra os mexicanos dia 27 de junho.

O grupo C contará com Argentina, Paraguai, Colômbia e Estados Unidos.

No mês passado, Chávez disse em Buenos Aires que "parece que a final (da Copa América) será entre Venezuela e Argentina", quando destacou que a seleção de seu país poderia dar um susto em qualquer outro time.