Masters 1000 de Miami: Thiago Wild joga por vaga na chave principal

Paranaense está a um triunfo de se juntar a Thiago Monteiro no torneio

Fotojump
Credit...Fotojump

O tênis brasileiro teve 50% de aproveitamento na primeira rodada do classificatório para o Masters 1000 de Miami, nos Estados Unidos. Nessa segunda-feira (22), o paranaense Thiago Seyboth Wild, número 2 do Brasil e 125 do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP), venceu o norte-americano Toby Kodat (764º) por 2 sets a 0 (duplo 6/3) e está a um triunfo da chave principal de simples do torneio.

Nesta terça (23), às 11h (horário de Brasília), ele terá pela frente outro tenista da casa: Mitchell Krueger, 204º no ranking da ATP.

João Menezes, porém, não teve a mesma sorte. O mineiro, que ocupa a 201ª posição na ATP, perdeu para o italiano Paolo Lorenzi (157º), de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (5/7) e 1/6. Número 3 do Brasil e já classificado para a Olimpíada de Tóquio, por conta do título nos Jogos Pan-Americanos de Lima, em 2019, Menezes tinha a expectativa de chegar pela primeira vez à rodada inicial de um Masters. Há um mês, ele estreou na chave principal de um torneio nível ATP em Córdoba, na Argentina.

O cearense Thiago Monteiro, brasileiro mais bem colocado no ranking (76º), é o único tenista do país confirmado até agora na chave de simples do Masters de Miami. Ele enfrenta o sul-africano Kevin Anderson (91º) na quarta-feira (24), em horário a ser confirmado. Se vencer, terá pela frente o grego Stefanos Tsitsipas, número 5 do mundo.

Nas duplas masculinas, o país será representado pelos mineiros Marcelo Melo, parceiro do neerlandês Jean-Julien Rojer, e Bruno Soares, que joga com o britânico Jamie Murray. A paulista Luisa Stefani, parceira da norte-americana Hayler Carter, é a representante brasileira na chave feminina de duplas. Os confrontos ainda não foram sorteados. (com Agência Brasil)