NAS QUADRAS - Tudo sobre basquete

.

...
Credit......

Nasce uma Estrela

Macaque in the trees
A State Farm Arena pode ser a casa do All Star Game da NBA (Foto: Wikimedia Licença CC)

Chris Paul, armador do Phoenix Suns e presidente da associação de jogadores da NBA, pode ter dado mais uma assistência de craque. O jogador iniciou o movimento por um All Star Game ainda nesta temporada. Para quem não se lembra, o tradicional evento de meio de temporada da NBA, que iria ocorrer nesta temporada em Indiana, acabou cancelado devido ao Coronavírus.

Ainda está no começo, mas já começaram conversas da Liga e da associação de jogadores para tentar fazer um jogo com os All Stars neste ano. Seria na pausa do calendário em março, entre os dias 5 e 10. A cidade de Atlanta, lar do Hawks, na Georgia, aparece como provável local por já permitir torcedores e, ninguém irá confirmar, e também um afago na cidade que acabou como uma das grandes responsáveis pela vitória do Democrata Joe Biden.

A ideia parece começar a ganhar adeptos dentro dos escritórios e vestiários da NBA por alguns motivos: o primeiro, obviamente, é a grana. Um jogador se tornar ou confirmar o seu status de All Star pode significar mais uns trocados, e põe trocados nisso, na conta dele. E neste ponto a pandemia pode até ajudar. Em vez dos eventos para encontrar os fãs e imprensa, tudo pode ser feito do conforto do seu hotel 5 estrelas, com toda a atenção do mundo e controle para lançar aquele tênis exclusivo do seu patrocinador.

Outro fator importante para que a ideia vá em frente é a excelente recepção do último All Star Game disputado em 2020. Até mesmo os mais chatos que reclamaram da mudança do formato, inclusive este que vos escreve, deram a mão à palmatória e reconheceram que tivemos emoção no All Star Game. Para quem não lembra, o formato é bem simples. Nos 3 primeiros quartos temos 3 minijogos e quem vencer o quarto leva uma vantagem para o quarto e decisivo período. O placar é zerado a cada quarto e no último, quem chegar primeiro a 24 pontos, leva o jogo. Sempre bom lembrar que os 24 pontos são uma homenagem a Kobe Bryant.

Vontade a Liga e os jogadores têm, mas existe um longo caminho a ser percorrido até concretizar. O maior deles - não é surpresa para ninguém - é a pandemia do Covid-19. Imaginem um cenário onde os principais jogadores da NBA, Lebron, Curry, Leonard, Durant, têm diagnósticos positivos para o Coronavírus às vésperas de um playoff! Um pesadelo para dirigentes, NBA e televisões do mundo inteiro. Por último, temos o calendário. Já temos 24 jogos adiados desde dezembro devido ao Covid-19. A NBA fez uma página somente para os jogos adiados (confira aqui ). Será que teremos datas para os jogos?

Independente se o jogo será realizado, a votação para o público está aberta. Você pode votar uma vez a cada 24 horas no site, no App da NBA para iOs e Android e no Twitter utilizando o comando de hashtag ( “#”) junto do primeiro e último nome do jogador com a hashtag #NBAAllStart (exemplo: #DevinBooker #NBAAllStar).

Macaque in the trees
Julius Randle do New York Knicks é só sorrisos neSse começo de temporada (Foto: Elsa/Getty Images)

Quarteto Fantástco

Nada como jogar em um dos times mais populares da NBA. Depois de muito tempo, existe uma real possibilidade de 4 jogadores que estão jogando em Nova Iorque participarem do All Star Game. São eles: Kevin Durant (óbvio), Kyrie Irving (é claro), James Harden (alguma dúvida?) Do Nets e Julius Randle do Knicks (?!?!?). Os jogadores do Nets ninguém discute, mas Randle nesta lista ainda causa estranheza. Não deveria. O ala do Knicks tem se destacado neste bom começo de temporada da equipe com 22.4 pontos, 11 rebotes e impressionantes 6 assistências. Méritos do técnico Tom Thibodeax que consegue manter o Knicks em 8 no Leste com um time sem nenhuma grande estrela.

Bom ar

James Harden buscou novos ares em Brooklyn. Ares perfumados. Isso porque o jogador do Nets assinou com a marca de purificadores de ar Pura, para desenvolver essências para os lares de seus consumidores. As duas fragrâncias se chamam “13-confidence” e “13-relaxation” e já podem ser adquiridas. “As pessoas não têm noção do poder do olfato” disse Harden no release de imprensa. Os torcedores do Nets esperam que, com Harden, não fiquem apenas no cheirinho.

Voto de Confiança

Apesar da Internet querer, pedir, exigir que Bradley Beal seja trocado para ontem do Washington Wizards, a diretoria da franquia tem outros planos. Os dirigentes do Wizards querem que Beal fique e dividem com o jogador a frustração do péssimo começo da temporada (4V - 12D) e se movimentam nos bastidores. Rumores que surgiram recentemente dizem que o Wizards começou um namoro com o Executivo Chefe do Raptors, Masai Ujiri. Este é o último ano do contrato de Masai e ele ainda não assinou uma extensão com o Raptors.

Perigo, Perigo

Nuvens pesadas em Miami Beach. E nem é época de furacão! O presidente do time, Pat Riley, não engoliu o começo errático do Heat (7 vitórias e 13 derrotas) apesar das lesões de Jimmy Butler e Tyler Herro e parece que já começou a conversar com outros GMs sobre possíveis trocas. Dentre as equipes contatadas está o também decepcionante New Orleans Pelicans (7 vitórias e 12 derrotas). O Heat tem interesse no veterano JJ Reddick e Lonzo Ball. Pode ser um novo começo para Ball, que ainda não conseguiu justificar a expectativa em relação a ele quando entrou na liga.

7 Pecados

Falando em trocas, Dallas, Lakers e Nets estão no mercado por tamanho. Por motivos diferentes: o Lakers sente falta de Dwight Howard e JaVale McGee (quem diria) que davam um descanso para AD. O veterano Marc Gasol está jogando. Bem, como um veterano. Já o Mavs não consegue pegar rebotes e o Nets precisa desesperadamente de qualquer pessoa que defenda. O desespero dos três times é tão grande que os três consultaram o Sacramento Kings sobre uma possível troca envolvendo Hassan Whiteside. O talentoso, porém preguiçoso jogador nunca conseguiu atingir seu potencial e pode ser uma aposta para qualquer franquia. Veremos as cenas dos próximos capítulos.

Macaque in the trees
MInas e Flamengo esperam alcançar voos mais altos nesta temporada (Foto: Liga Nacional de Basquete)

Briga de Cachorro Grande

No basquete nacional teremos nesta quarta (3) o jogo mais esperado desta temporada. E não é pelo NBB. O líder do NBB, Minas Storm, encara o Flamengo pelo grupo D da BasketBall Championship League Americas na “bolha” do Maracanãzinho. Os dois times estão em rota de colisão no NBB com os mineiros liderando a competição nacional com o Fla logo atrás. Os dois times têm hoje os elencos mais qualificados do basquete nacional, e promete sair faísca do duelo. Além dos dois times brasileiros, o Instituto Córdoba completa o grupo D. Jogão!



...
A State Farm Arena pode ser a casa do All Star Game da NBA
Julius Randle do New York Knicks é só sorrisos neSse começo de temporada
MInas e Flamengo esperam alcançar voos mais altos nesta temporada