Jornal do Brasil

Esportes

Hamilton vence GP da Toscana e fica a 1 triunfo de igualar Schumi

Jornal do Brasil

Macaque in the trees
Corrida em Mugello, na Itália, foi marcada por acidentes (Foto: Epa)

Em uma corrida tumultuada, com duas bandeiras vermelhas causadas por acidentes, o piloto da Mercedes, Lewis Hamilton, venceu o Grande Prêmio da Toscana de Fórmula 1, no circuito de Mugello, e ficou a apenas uma vitória de igualar o recorde de 91 estabelecido pelo alemão Michael Schumacher.

A segunda colocação ficou com o parceiro de equipe do britânico, Valtteri Bottas, enquanto que Alexander Albon, da RBR, completou o top 3, subindo ao pódio pela primeira vez em sua carreira.

Daniel Ricciardo, da Renault, ficou em quarto e Sergio Pérez completou a corrida em quinto, com a Racing Point. Na sequência aparecem: Lando Norris (McLaren), Daniil Kvyat (AlphaTauri), Charles Leclerc (Ferrari), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) e Sebastian Vettel (Ferrari).

O piloto finlandês, no entanto, finalizou a disputa em oitavo, mas, caiu uma posição depois de ser punido por uma irregularidade ao entrar nos boxes.

Pódio -

Na entrega da premiação, Hamilton vestiu uma camiseta preta com a frase "Prenda os policias que mataram Breonna Taylor", jovem negra morta em 13 de março após um tiroteio por três agentes que realizaram uma busca em sua casa, nos Estados Unidos.

Corrida -

Logo no início da corrida, Hamilton largou mal e foi superado por Bottas. Já Raikkonen, Grosjean, Gasly, Verstappen se enroscaram, o que deixou o piloto da Red Bull de fora da disputa e manteve o safety car na pista após cinco voltas.

Depois que o carro de segurança entrou no boxe, um novo acidente na largada envolvendo Carlos Sainz, Latifi, Giovinazzi interrompeu a corrida com bandeira vermelha. Ao todo, cinco pilotos abandonaram o GP da Toscana: Latifi, Magnussen, Giovinazzi, Sainz, Verstappen e Gasly.

"Foi uma situação muito, muito perigosa, não gostaria de me ver novamente numa situação como esta. Estou feliz que tudo correu bem", disse Sainz.

No retorno, Hamilton conseguiu ultrapassar Bottas e assumiu novamente a primeira colocação. Na volta 44, um novo acidente paralisou a corrida mais uma vez. Stroll bateu forte após algum problema no carro e destruiu as barreiras de proteção.

Na terceira relargada, Hamilton se manteve em primeiro lugar, seguido de Bottas e Albon, que assumiu a terceira posição após uma manobra sobre Ricciardo.(Com agência Ansa)