Jogadores do Botafogo cobram publicamente salários atrasados

Clube volta a campo contra Atlético-MG no domingo

Insatisfação total no Botafogo. Os dois meses de salários atrasados de jogadores e funcionários provocaram uma cobrança pública aos dirigentes alvinegros. O capitão Joel Carli, Gabriel e João Paulo, em uma improvisada coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (5) à tarde, manifestaram a indignação do elenco.

“Acima de tudo está o clube, a instituição, a gente vai continuar defendendo o Botafogo dentro de campo, com todas as nossas forças, mas fica nossa cobrança para que não continue como normal esta situação de atrasos”, ponderou João Paulo.

Macaque in the trees
Valencia treina no Nilton Santos. Poupado no meio da semana, chileno volta hoje ao time (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

O zagueiro Gabriel também lembrou do lado dos funcionários. “Tentamos nos colocar no lugar deles e tentamos ajudar doando uma cesta básica, pagando um boleto, dando até uma palavra de consolo”.

O Botafogo volta a campo no próximo domingo (8), às 16h, no Estádio Nilton Santos. Para tentar atrair mais público, a diretoria reduziu para R$ 30 o preço do ingresso.