Atlético-MG vence Botafogo e jogará por empate para avançar às quartas

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Atlético-MG foi superior ao Botafogo desde o início e conseguiu importante vitória por 1 a 0, nesta quarta-feira (24), no Nilton Santos. Os mineiros, inclusive, poderiam ter vencido por placar ainda mais expressivo, mas acumularam gols perdidos e ficou com triunfo mínimo. Vinícius marcou no primeiro tempo.

O resultado é péssimo para o Botafogo que terá que vencer em Belo Horizonte para se classificar. Caso o placar se repita, a vaga será definida nos pênaltis. Já o Galo pode até empatar na Arena Independência, na próxima quarta-feira, que ficará com a vaga.

RICARDO OLIVEIRA RETOMA TITULARIDADE

Após ficar alguns jogos no banco de reservas, Ricardo Oliveira retomou sua posição no time titular contra o Botafogo. E o retorno tinha tudo para ser triunfal logo nos primeiros minutos. Patric chutou cruzado, viu a bola desviar na zaga adversária e sobrar limpa para o centroavante, que mandou para fora.

BOTAFOGO SÓ ASSUSTA NA BOLA PARADA

Como de costume, o Botafogo de Eduardo Barroca controlou a posse de bola, mas apresentava dificuldades em criar jogadas ofensivas. A melhor chance veio somente em uma cobrança de escanteio. Marcelo subiu alto e testou para boa defesa de Cleiton. Enquanto isso, o Atlético-MG assustava nos contra-ataques.

BOTAFOGO ERRA NA SAÍDA DE BOLA, E ATLÉTICO-MG ABRE O PLACAR

O Atlético-MG estava postado para se defender e apostar nos contra-ataques. Quando o Botafogo tinha o tiro de meta, os mineiros subiam a marcação e apertavam a saída de bola. Foi justamente assim que os visitantes forçaram o erro dos donos da casa. Marcelo tocou mal e Elias encontrou Vinicius livre para deslocar Gatito Fernández: 1 a 0.

JOGO FICA ABERTO, MAS TIMES DESPERDIÇAM

Após o gol marcado por Vinícius, o Botafogo se lançou ao ataque para diminuir o prejuízo. O problema é que isso deu ainda mais espaço para os contra-ataques do Atlético-MG. Os donos da casa quase empataram em belo chute de Alex Santana, enquanto os visitantes erraram o último toquem jogadas bem agudas.

RICARDO OLIVEIRA PERDE GOL DE FORMA INCRÍVEL

A fase não é boa e foi confirmada nesta quarta-feira. Após perder um gol fácil no início do primeiro tempo, Ricardo Oliveira voltou a irritar os torcedores do Atlético-MG na etapa complementar. Após passe de Otero, o centroavante mandou para fora quando Gatito já estava batido no lance. Incrível.

VAR ANULA SEGUNDO GOL DO TIME MINEIRO

O Atlético-MG chegou a comemorar o segundo gol, mas o VAR entrou em ação e viu uma falta de Igor Rabello em Marcelo Benevenuto. Jair havia marcado o gol na sequência do lance, mas viu tudo ser invalidado. O Botafogo segue vivo no duelo.

CARLI É EXPULSO COM AJUDA DO VAR

O que já estava ruim ficou ainda pior. O Botafogo fez três substituições e mandou o time ao ataque, mas viu Joel Carli ser expulso com ajuda do VAR após agressão em Papagaio. O time ficou exposto justamente na reta final da partida.

 

BOTAFOGO

Botafogo Gatito Fernandez; Marcinho, Carli, Marcelo e Gilson; Cícero, João Paulo (Bochecha), Alex Santana e Luiz Fernando (Igor Cássio); Erik (Leo Valência) e Diego Souza. T.: Eduardo Barroca

 

ATLÉTICO-MG

Cleiton; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Jair, Elias, Vinicius (Nathan) e Otero (Maicon); Chará e Ricardo Oliveira (Papagaio). T.: Rodrigo Santana

 

Local: Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Raphael Claus

Auxiliares: Alessandro Rocha e Fabricio Vilarinho

Cartões amarelo: Alex Santana e Bochecha (B); Patric (A)

Cartão vermelho: Carli (B)

Gols: Vinicius, aos 34min do primeiro tempo