Jornal do Brasil

Esportes

Seleção de Camarões demite Seedorf após fracasso na Copa Africana de Nações

Jornal do Brasil

YAOUNDÉ (Reuters) - A seleção de Camarões demitiu o técnico holandês Clarence Seedorf devido ao desempenho decepcionante na Copa Africana de Nações, em decisão tomada após um pedido do ministro dos Esportes do país.

Assistente de Seedorf, o ex-atacante holandês Patrick Kluivert também foi demitido depois que os atuais campeões africanos foram eliminados nas oitavas de final ao perderem de 3 x 2 da Nigéria, no início deste mês.

Macaque in the trees
Clarence Seedorf (Foto: REUTERS/Suhaib Salem)

Os "Leões Indomáveis" só venceram uma de quatro partidas no torneio disputado no Egito, o que levou o ministro dos Esportes, Narcisse Mouelle Kombi, a pedir que a dupla fosse liberada de seus contratos.

O ministro foi atendido dentro de algumas horas na terça-feira, quando a federação de futebol de Camarões anunciou ter encerrado o acordo de quatro anos que Seedorf assinou em agosto de 2018.

A entidade disse em um comunicado que encerrou os respectivos contratos de Seedorf e Kluivert "após a eliminação prematura da seleção masculina de Camarões".

Ex-meio-campista do Milan e da Holanda, Seedorf comandou o time em 12 partidas, mas só derrotou Malaui, Ilhas Comores, Zâmbia e Guiné-Bissau.

O emprego foi seu primeiro à frente de uma seleção nacional depois de passagens breves pelo comando do Milan e do Deportivo La Coruña.

Camarões sediará a próxima edição da Copa Africana de Nações em junho de 2021, mas precisa participar das eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que devem começar no final deste ano.