Neymar depõe em delegacia na Cidade da Polícia, no Rio

Jogador foi depor sobre a divulgação de fotos íntimas da modelo Najila Trindade que o acusa de estupro. Ele nega.

O jogador Neymar chegou na delegacia da Cidade da Polícia, na noite desta quinta-feira, no Jacarezinho, Zona Norte do Rio, para prestar depoimento no inquérito em que é investigado por divulgação de imagens íntimas da modelo Najila Trindade, que o acusou de estupro. Ele nega as acusações.

A investigação sobre o crime de estupro está em outro inquérito, apurado pela Polícia de São Paulo, onde Najila fez o registro.

Macaque in the trees
Neymar chega à delegacia para prestar depoimento (Foto: reprodução TV)

Neymar entrou na Delegacia de Repressão de Crimes de Informática (DRCI) e não falou com a imprensa.

Cerca de de 50 menores moradores da favela de Jacarezinho, nos arredores da delegacia, estavam à frente do local gritando mensagens de apoio a Neymar. Em algumas delas, os jovens berram que o atleta é inocente.

Ele apenas disse "Obrigado" em agradecimento ao apoio das crianças que estavam na porta e gritaram em apoio ao atleta. 

Confusão

Houve também confusão com a presença de jornalistas e equipes de TV. Neymar saiu de uma van usando protetor para o tornozelo lesionado e com muletas. No meio do caminho, foi colocado em uma cadeira de rodas para ser levado até o local do depoimento.

Este estava inicialmente marcado para esta sexta (7). Neymar chegou em sua mansão em Mangaratiba, litoral fluminense, no início da tarde desta quinta (6), e pode depor ainda nesta noite, segundo fontes da Polícia Civil. O dia e o horário não foram confirmados.

No vídeo, já retirado do ar pelo Instagram, o atleta exibiu conversas por WhatsApp com ela anteriores e posteriores à data em que ela afirma ter sido estuprada. No decorrer do diálogo, aparecem imagens dela nua ou seminua com o rosto e partes íntimas borradas.

Na última segunda-feira (3), uma viatura da Polícia Civil entrou no centro de treinamento da seleção brasileira, a Granja Comary, em Teresópolis, para intimar Neymar a depor.