Com 1º gol de revelação, Corinthians vence Chape pelo Brasileiro

O Corinthians conquista sua primeira vitória na atual edição do Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira (1º), em duelo válido pela segunda rodada. Em Itaquera, o time alvinegro venceu a Chapecoense por 1 a 0. O gol foi marcado pelo lateral-esquerdo Carlos Augusto, de cabeça.

O Corinthians teve atuações distintas em cada tempo. No primeiro, voltou a sofrer com a falta de criatividade de seu meio de campo e não criou nenhuma chance clara de gol. Depois do intervalo, os donos da casa melhoraram com a entrada de Vagner Love no lugar de Ramiro. A posse de bola passou a ser convertida e volume ofensivo.

Logo aos 9min da etapa final, o meia-atacante Clayson fez ótima jogada individual pela esquerda, cortou para o meio e finalizou da entrada da área. A bola desviou em um zagueiro e o goleiro Tiepo defendeu. No rebote, Carlos Augusto, cria da base corintiana, de 20 anos, marcou de cabeça o primeiro gol dele como profissional.

Dois minutos depois, Fagner quase ampliou o placar, mas a bola bateu no travessão, após chute forte do lateral, de fora de área.

A Chapecoense quase não deu trabalho a Cássio. As duas melhores chances do time pararam nas mãos do goleiros, segundos antes de serem anuladas por impedimento, ambas na etapa final.

Com a vitória, o time alvinegro soma seus primeiros três pontos, uma vez que perdeu na estreia para o Bahia, por 3 a 2. Já a equipe de Chapecó conheceu a primeira derrota. Na estreia, havia vencido o Internacional, por 2 a 0.

O Corinthians volta a campo neste sábado (4), para enfrentar o Vasco, em São Januário, enquanto a Chapecoense receberá o Atlético-PR, no domingo (5).

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Manoel, Pedro Henrique e Carlos Augusto. Ralf, Ramiro (Vagner Love), Sornoza, Pedrinho (Janderson) e Clayson (Mateus Vital); Boselli. T.: Fábio Carille

CHAPECOENSE

Tiepo, Eduardo (Perotti), Gum, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Alan Ruschel (Renato), Campanharo e Tharlis (Aylon); Régis e Everaldo. T.: Ney Franco

Estádio: Itaquerão, em São Paulo

Público e renda: 30.442 pagantes (30.668 presentes)/ R$ 1.551.364,50

Juiz: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Sidmar dos Santos Meurer e Ricardo Junio de Souza (MG)

Cartões amarelos: Manoel e Fagner (COR); Aylon (CHA)

Gol: Carlos Augusto (COR), aos 9min do 2º tempo