"As chances do Goiás foram todas oriundas de erros infantis que a gente teve", analisa Diniz

Técnico do Flu fala da derrota no Maracanã

O Fluminense estreou no Campeonato Brasileiro em um jogo bastante polêmico neste domingo (28), com muitas intervenções do VAR na derrota diante do Goiás por 1 a 0, no Maracanã. O técnico Fernando Diniz e o diretor executivo de futebol, Paulo Angioni, falaram sobre a partida.

Macaque in the trees
Fernando Diniz (Foto: Lucas Merçon/FFC)

- Hoje o VAR causou um grande prejuízo ao Fluminense, porque os erros cometidos são muito primários. Primeiro a demora excessiva, o retardamento do jogo, uma interferência desmedida no jogo, a falta de critério, pois acaba sendo a interpretação do árbitro e hoje, em dois lances capitais, o VAR e, consequentemente o árbitro, prejudicaram o Fluminense de uma forma feia - disse Angioni. Já Diniz analisou o desempenho Tricolor no jogo.

- Achei que funcionou bem, estávamos jogando com um time bem estruturado, as chances do Goiás foram todas oriundas de erros infantis que a gente teve. O time estava funcionando bem, chegando pelos lados, tendo domínio do jogo, teve um pênalti para sair na frente no primeiro tempo, depois teve um gol mal anulado, então, acho que fizeram boa partida sim - declarou o treinador, comentando as chances do time na partida.

- O time teve um mobilidade, a gente criou algumas oportunidades, teve muitas bolas limpas de cruzamento e boa chegada na área, só que não teve a felicidade de converter o pênalti, tivemos o gol anulado e a partida muda de configuração com a derrota. Tem que ter muita frieza para ver o que acertou e o que errou - destacou.

- Vamos ter clareza nas análises. A gente já fez uma prévia do que aconteceu contra o Santa Cruz e agora, vamos ver com mais clareza o que aconteceu nesse jogo e ir corrigindo. Não tem mágica, é trabalhar. Quando a gente perde, as coisas não são todas erradas e quando e gente ganha, as coisas não são todas certas. Vamos corrigir o que precisa ser corrigido e manter o que está certo - avaliou o técnico, falando ainda sobre o atacante Luciano.

- Tem outros jogadores que treinam e ele é um dos batedores, tanto que foi ele quem iniciou a cobrança de pênaltis contra o Santa Cruz e hoje, teve a infelicidade de errar. Quanto ao torcedor, a gente não consegue controlar, já aplaudiu muito o Luciano e hoje vaiou, mas ele não foi vilão de nada, teve a coragem para bater e errou o pênalti. É um cara muito importante para a equipe, está fazendo uma temporada brilhante e espero que volte a ser aplaudido pelo torcedor - concluiu Diniz.

Com site oficial do Fluminense