Botafogo estreia no Brasileiro com derrota para o São Paulo

No Morumbi, Alvinegro foi superado por 2 a 0

Na abertura do Campeonato Brasileiro de 2019, neste sábado (27), o São Paulo se recuperou do vice Paulista e venceu o Botafogo por 2 a 0, no estádio do Morumbi.

Macaque in the trees
São Paulo vence Botafogo, no Morumbi (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)

 

A partida marcou as estreias de Pato e Tchê Tchê com a camisa do clube paulista. O atacante teve um gol anulado por impedimento, assim como na sua estreia pelo time frente o CSA, em 2014.

Já o volante recuperou a bola e iniciou a jogada do segundo gol, que foi marcado por Hudson após toque de Hernanes, no final da segunda etapa. O primeiro gol do Nacional foi de Everton, após cruzamento na medida do jovem Antony.

 

Nos minutos finais do jogo, o técnico Cuca tirou Tchê Tchê e promoveu a terceira estreia do dia, de Vitor Bueno.

 

A partida foi de muita marcação por parte das duas equipes, que se preocuparam bastante em impedir a criação do jogo no meio campo.

 

O Botafogo chegou a ameaçar o gol de Tiago Volpi em algumas oportunidades, a principal talvez tenha sido a falta cobrada por Leo Valencia, que passou por cima da meta adversária com muito perigo.

 

Outra boa notícia para o São Paulo foi a boa atuação do atacante Toró, 19, que entrou no lugar de Pato e quase marcou seu gol em um rápido contra-ataque puxado por ele mesmo e que acabou em uma finalização para fora.

 

O Botafogo teve bom domínio e trabalho da bola, mas sofreu com falta de criatividade e poucas finalizações.

 

O público foi de 26.533 torcedores para uma renda de R$ 1,01 milhões.

 

Na segunda rodada, o São Paulo visita o Goiás, na quarta-feira (01) e no dia seguinte o Botafogo recebe o Bahia.

SÃO PAULO

Tiago Volpi, Igor Vinicius, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Hudson, Tchê Tchê (Vitor Bueno) e Igor Gomes (Hernanes); Antony, Alexandre Pato (Toró) e Everton

T.: Cuca

BOTAFOGO

Gatito. Marcinho, Carli, Gabriel e Jonathan; Bochecha (Ferrareis); Cícero, João Paulo (Léo Valência), Wenderson (Luiz Fernando) e Pimpão; Erik

T.: Eduardo Barroca

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)

Auxiliares: Guilherme Camilo e Sidmar dos Santos Meurer (MG)

Público/Renda: 26.533 torcedores/R$ 1,01 milhão.

Cartões amarelos: Joel Carli, Pimpão, João Paulo e Jonathan (Botafogo)

Gols: Everton aos 40 minutos do primeiro tempo e Hudson aos 37 minutos do segundo tempo (São Paulo)