Entenda por que o Dia do Goleiro é comemorado em 26 de abril

Neste 26 de abril, comemora-se no Brasil o Dia do Goleiro. A data remete ao nascimento de Haílton Corrêa Arruda, o Manga, ex-goleiro da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1966.

Manga foi um dos grandes goleiros da história do futebol brasileiro. Atuou por Sport, Botafogo, Nacional (URU), Internacional, Operário-MS, Coritiba, Grêmio e Barcelona de Guayaquil (EQU).

Macaque in the trees
Gatito treina no Nilton Santos. O goleiro paraguaio está confirmado contra o Corinthians (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Suas grandes passagens na carreira foram com as camisas de Botafogo e Inter, no Brasil, e no Nacional, do Uruguai.

No clube do Rio de Janeiro, pelo qual fez 442 jogos, conquistou quatro vezes o Campeonato Carioca. Já no time gaúcho, era o titular nas taças do Campeonato Brasileiro de 1975 e 1976.

Manga também é muito querido pelos torcedores do uruguaio Nacional, onde foi quatro vezes campeão.

Sua carreira durou quase três décadas, de 1955, quando surgiu no Sport, até a aposentadoria em 1982 no Barcelona (EQU), aos 45 anos de idade.

No Mundial de 1966, na Inglaterra, era o reserva de Gilmar dos Santos Neves, mas foi o escolhido para o jogo decisivo da primeira fase contra Portugal, falhando em um dos gols portugueses na derrota brasileira por 3 a 1, que eliminou a seleção brasileira do torneio.

O Dia do Goleiro começou a ser comemorado oficialmente em 1976, a partir de uma ideia do tenente Raul Carlesso e do capitão Reginaldo Bielinski, professores da Escola de Educação Física do Exército. Carlesso foi o preparador de goleiros da seleção brasileira no tricampeonato mundial em 1970, no México.

Manga está hoje com 81 anos e vive no Equador com a mulher, Cecília.