Pai de Sala morre 3 meses após o acidente aéreo do filho

Horacio sofreu uma parada cardíaca em sua casa na Argentina

O pai do jogador Emiliano Sala, Horacio, sofreu uma parada cardíaca e morreu nesta sexta-feira (26) em Progreso, na Argentina, apenas três meses após o acidente aéreo do filho.

De acordo com a imprensa argentina, os médicos chegaram na casa do pai de Sala, na província de Santa Fé, por volta das 5h (horário local), mas encontraram Horacio, de 58 anos de idade, já morto.

"A companheira de Horacio me ligou às cinco da manhã. Os médicos já estavam lá. Ele nunca conseguiu superar a morte de Emi [Sala]", disse o prefeito de Progreso, Julio Müller.

Vivendo o auge da carreira no Nantes, o contrato de Sala com o Cardiff foi assinado em 21 de janeiro, mesmo dia que o avião que levava o atleta da França para o País de Gales caiu no Canal da Mancha. O corpo do argentino foi encontrado no fundo do mar somente 18 dias depois. Já o piloto da aeronave, David Ibbotson, continua desaparecido.

Sala, de 28 anos, era a contratação mais cara da história do Cardiff, clube de Gales que disputa a elite do Campeonato Inglês.