Brasileirão 2019 começa neste fim de semana com a estreia do VAR

Confira detalhes sobre os 20 times da elite da Série

O Brasileirão 2019 começa neste fim de semana e, com ele, a 'era VAR' em uma das competições mais disputadas no Brasil. O recurso do auxílio do árbitro de vídeo, que divide opiniões dos torcedores desde sua estreia na Copa do Mundo 2016, na Libertadores, Sul-Americana, na Copa do Brasil e protagonista e polêmico nos Estaduais; agora estará disponível no torneio de pontos corridos. 

Macaque in the trees
Taça do Brasileiro (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O pontapé inicial para a disputa do título deste ano será entre São Paulo e Botafogo, no Morumbi, às 16h, neste sábado (27). 

Confira a primeira rodada:

27/04 - Sábado

16:00 São Paulo x Botafogo - Morumbi

19:00 Atlético MG x Avaí SC - Independência Belo Horizonte

19:00 Chapecoense x Internacional - Arena Condá

21:00 Flamengo x Cruzeiro - Maracanã

28/04 - Domingo

11:00 Grêmio x Santos - Arena do Grêmio 

16:00 Ceará x CSA - Castelão

16:00 Bahia x Corinthians - Fonte Nova Salvador

16:00 Athletico PR x Vasco da Gama - Arena da Baixada

19:00 Palmeiras x Fortaleza - Allianz Parque São Paulo

19:00 Fluminense x Goiás - Maracanã

Entenda o VAR

A consulta ao VAR (Video Assistent Referee, sigla em inglês) se resume em algumas situações: gols, pênaltis, cartão vermelho direto e também o erro de identificação de jogadores na aplicação de cartões. 

O sistema terá um custo de R$ 19 milhões para atuar em todos os jogos do torneio. Desde montante, a CBF bancará R$ 12 milhões. Os outros R$ 7 milhões serão repartidos entre os clubes, o que resulta em um gasto de R$ 348 mil para cada time. A empresa que vai operar o VAR é a Hawk-eye, a mesma utilizada na Copa do Mundo da Rússia.

Times em campo

A elite de 20 clubes brasileiros, de Norte á Sul, entram em campo na disputa por pontos corridos em 38 rodadas, onde quem fizer mais pontos é o 'vencedor'. O maior campeão da modalidade é o Palmeiras, justamente o atual dono da taça. 

A novidade é a presença do CSA, que retorna depois de 31 anos. Aliás, o Nordeste segue representado por quatro clubes e terá o clássico Fortaleza x Ceará. Pelo segundo ano seguido, os 12 maiores clubes do país estão garantidos na disputa. Por outro lado, o futebol pernambucano estará ausente, com o rebaixamento do Sport.

Os clubes da série A: Atlético-MG, Atlético-PR, Avaí-SC, Bahia-BA, Botafogo-RJ, Ceará-CE, Chapecoense-SC, Corinthians-SP, Cruzeiro-MG, CSA-AL, Flamengo-RJ, Fluminense-RJ, Fortaleza-CE, Goiás-GO, Grêmio-RS, Internacional-RS, Palmeiras-SP, Santos-SP, São Paulo-SP, Vasco-RJ.

Favoritos ao título

Além do atual campeão Palmeiras, liderado pelo técnico Luiz Felipe Scolari; os campeões estaduais em 2019 como Flamengo, Cruzeiro e o Grêmio despontam como favoritos e principais candidatos à faixa de campeão. 

O rubro-negro aposta em seu poderoso e milionário ataque, reforçado por Giorgian De Arrascaeta, jogador mais caro da história do futebol nacional.

O Palmeiras, amparado no seu forte patrocínio, repatriou o atacante Ricardo Goulart, antes na China, e tem nele o principal nome em busca do bi campeonato.

O Tricolor gaúcho manteve seu treinador, Renato Portaluppi, e tem em Éverton, o Cebolinha, a esperança de gols pra conquistar o Brasileiro que não vem desde a década de 90.

Já o lado azul de Minas, atual bicampeão da Copa do Brasil, perdeu Arrascaeta, mas trouxe o principal jogador do Brasileirão de 2017, o atacante Rodriguinho e tem o velho artilheiro Fred como destaque da temporada. O Cruzeiro mantém, até o momento, a incrível marca de não ter perdido em 2019.