Emoção até o último minuto

Em clássico eletrizante e decidido no último lance, Flamengo e Vasco empatam em 1 a 1 no Maracanã

Marcelo Gonçalves/Photo Premium/Lancepress!
Credit...Marcelo Gonçalves/Photo Premium/Lancepress!

Um clássico com emoção para ninguém botar defeito. Essa foi a tônica do empate em 1 a 1 entre Flamengo e Vasco no Maracanã. O Fla teve a chance de matar o jogo quando estava à frente do placar com gol marcado por Arrascaeta, mas Rodinei perdeu oportunidade incrível com o gol vazio. Como a bola pune, no lance seguinte Marrony sofreu pênalti que foi convertido por Maxi López. O resultado mantém a invencibilidade de 12 jogos do Vasco. Já o Flamengo fica com o gosto amargo de ter deixado a vitória escapar mesmo com os reservas, pois poupou seus titulares para a partida da próxima quarta-feira, contra a LDU, pela Libertadores.

Macaque in the trees
Éverton Ribeiro e Danilo Barcelos brigam pela bola (Foto: Paulo Sérgio/F8/Lancepress!)

O primeiro tempo começou alucinante. Com um minuto, Pikachu ficou com a sobra, chutou da intermediária, e a bola saiu à direita do gol. Dois minutos depois foi o Fla que quase abriu o placar. Após cobrança de escanteio de Arrascaeta na direita, Trauco pegou o rebote na intermediária e soltou uma bomba de canhota. Fernando Miguel defendeu em dois tempos.

O Fla mostrou sua costumeira desorganização tática, e o Vasco empilhou chances perdidas com Marrony, Danilo Barcelos e Werley. Após a parada técnica, Abel Braga conseguiu consertar os erros, e a partida ganhou em equilíbrio.

No segundo tempo, mesmo sem fazer uma boa partida, o talento rubro-negro falou mais alto. Aos dois minutos, Éverton Ribeiro trabalhou com Vitinho na esquerda, o atacante dominou e deu lindo toque para Arrascaeta. Dentro da área, o uruguaio chutou forte, de esquerda, na saída de Fernando Miguel e abriu o placar.

Pênalti no fim

O Vasco quase empatou aos 11. Danilo Barcelos cobrou escanteio da direita, Leandro Castán triscou de cabeça e a bola pegou na trave. Quando todos pensavam que a vitória do Flamengo era certa, o imponderável deu as caras. Aos 47, o Fla armou contra-ataque de manual, mas perdeu chance inacreditável. Bruno Henrique, livre, cruzou dentro da área para a chegada de Rodinei do lado direito. O lateral chutou rasteiro, mas Danilo Barcelos conseguiu evitar o gol milagrosamente.

No lance seguinte Ribamar ganhou no alto e escorou para Marrony, que foi derrubado por Thuler dentro da área. O árbitro marcou pênalti, que foi bem cobrado por Maxi López. O argentino garantiu o empate e a invencibilidade do Vasco. Após o apito final, os jogadores do rubro-negro partiram para cima do árbitro, e Bruno Henrique foi expulso por reclamação.

Vasco: Fernando Miguel, Cáceres, Werley, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Raul (Ribamar), Lucas Mineiro, Pikachu (Rossi), Thiago Galhardo (Bruno César) e Marrony; Maxi López. Flamengo: César, Rodinei, Thuler, Hugo Moura e Trauco; Piris da Motta, Ronaldo, Éverton Ribeiro (Kleber), Arrascaeta e Vitinho (Lucas Silva); Vítor Gabriel (Bruno Henrique). Cartões amarelos: Werley, Thiago Galhardo, Pikachu, Maxi López, Trauco, Éverton Ribeiro, Piris da Motta e Rodinei. Cartão vermelho: Bruno Henrique.

Macaque in the trees
(Foto: )



Éverton Ribeiro e Danilo Barcelos brigam pela bola
Maxi López cobra o pênalti do empate vascaíno, no último lance do clássico com o Flamengo. Rubro-negros reclamaram da marcação da arbitragem
Maxi López cobra o pênalti do empate vascaíno, no último lance do clássico com o Flamengo. Rubro-negros reclamaram da marcação da arbitragem